Onde tudo começou.... Cadillac Records.

Salve Povo do BEN!

Numa relax, numa tranquila, numa boa???


Este fim de semana assisiti CADILLAC RECORDS por indicação do meu primo Charlim, o cara que me aplicou B.B. King, The Doors, Eric Clapton (From the Cradle) e outros bluesmen, e mais uma vez me aplica nessa película recheada de blues, rock'n'roll e soul.

Cadillac Records é um filme biográfico musical, divertido e emocionante, que conta a história da Chess Records, influente gravadora de Blues sediada em Chicago no início dos anos de 1940 para final da decada de 1960, que lançou lendas da música norte-americana como Muddy Waters, Little Walter, Willie Dixon, Howlin' Wolf, Etta James e Chuck Berry.

No filme além da cantoraBeyonce interpretando Etta James, que fez um papel muito forte e soltou a voz, #cantamuito. Tem também o rapper Mos Def no papel Chuck Berry, ele teve a manha representar todo o carisma que Berry tinha com suas fãs femininas.



"Fizemos o tipo de música que podia se transformar em qualquer coisa, rhythm and blue, rock'n'roll, hip hop. O que quer que toque, baby, estamos com você. Apenas coleque um pouco de Blues e crescerá para o bem e o mal. Sua música tem as raízes no nosso blues."
Palavras de Willie Dixon baixista e principal compositor da Chess Records.


Depois procure a trilha sonora para ouvir, nem vou postar aqui, porque a DMCA tá na minha cola... rs, mas uma dica tem torrent para baixar na net.

No mais... aquele abrAÇO e espalhe a palavra

Yuga

2 comentários:

23 de fevereiro de 2010 20:29 Charliton disse...

O Blues é o começo de toda música pop moderna.
Desde a letra mais doce, o rock mais dançante, o gangsta mais enfurecido, tudo tem uma pontinha do Blues.
Fonte não só musical, mas também de atitude, roupas e, o que acho mais importante, do orgulho de pessoas desprezadas, humilhadas e sem perspectivas, Ele encontrou a oportunidade de mostrar o seu mundo na Chess Records, que mostrou aos EUA do que nossos irmão eram capazes.
"Eu sou negro e tenho orgulho disso".
James Brown

24 de fevereiro de 2010 02:13 Black Sonora disse...

Eis o ômi.

Esse filme abriu a minha cabeça para o conceito da música pop , por isso citei Willie Dixon.

mas uma vez, valeu a dica... Top Five.

Yuga

Postar um comentário

 
 
BlogBlogs.Com.Br